Dr Eduardo Adnet


Médico Psiquiatra e Nutrólogo

ADNET- O Sobrenome

Adnet - Pronuncia-se corretamente: Adnét, (como Ballet, do francês Ballet). A pronúncia Adnêt não é a correta.

 

É um sobrenome Franco-Belga derivado do nome Adão em uma de suas formas derivativas (em Francês: Adanet, Adenet, Adenot, Adnet, Adnett, Adné ou Adnot).
 

No Brasil este sobrenome se refere a um tronco familiar brasileiro único composto de imigrantes de origem belga e francesa. Oriundos da França e da Bélgica, alguns dos membros do tronco familiar brasileiro dos Adnét residiram e criaram filhos nos Estados Unidos da América antes de imigrarem para o Brasil.

 

Alguns dos membros mais conhecidos da família Adnet são músicos. Por exemplo, e notadamente: Mário Adnet, Carmen Adnet, Maúcha Adnet, integrante do grupo musical Banda Nova, o humorista Marcelo Adnet, e eu próprio.

Acima, uma matéria do Jornal da Tarde, de São Paulo, comentando que a família Adnet é um clã de músicos. De fato, vários membros da família Adnét são músicos, notadamente, e como já dito, Carmen Adnet, pianista, com uma longa carreira de apresentações, como solista, na Europa, em grande medida na Áustria, onde residiu (e reside) a maior parte de sua vida, e Mario Adnet, que foi arranjador de Tom Jobim, dentre outras muitas atividades musicais das quais participou como violonista e compositor, e ainda participa.

Pessoalmente, ainda que sob diferente luz, como que obrigatoriamente não tenho como deixar de reconhecer que faço parte desse assim chamado "clã" que inevitavelmente me vincula pelo meu sobrenome Adnet (minha linhagem paterna), e também pela música. Neste significado específico, o rótulo de músico termina por também me alcançar já que sou, além de músico, também um Adnet. E aqui uma homenagem honrosa a meu pai, de quem herdei este sobrenome.


Interessantemente, já pela minha linhagem materna, os Silva Jardim, sobrenome que também possuo, minha avó era cantora lírica. Notavelmente, interpretava árias de óperas em Francês, com uma voz belíssima, doce e impressionantemente melódica e afinada.


Estudei canto lírico no Conservatório Brasileiro de Música, no Rio de Janeiro, e após cerca de uma década de estudos e de apresentações esporádicas, logo cedo eu já era um tenor solista de fato. Meu timbre vocal, ou categorização dentre os tenores, é a de lírico-spinto, tenor lyrique-dramatique ou ainda tenor lírico-dramático.
Este é um tipo de voz de tenor que comporta uma tessitura (conjunto de notas musicais - ou tonalidades vocais) que um tenor articula sem esforço. Provavelmente, dentre os tenores do século XXI, permanece ainda como sendo o mais conhecido, com esse mesmo timbre vocal, o tenor mexicano Placido Domingo, embora o auge de sua carreira tenha sido pelo final do século XX.

 

Plácido Domingo

 

Porém, logo cedo, a Medicina me absorveu como que por completo, tendo tido de optar entre ser músico (cantor lírico) ou médico (no que tange à opção pela profissão). E o resultado da escolha pela qual optei é óbvia. Hoje sou um médico especialista com mais de duas décadas de atividade profissional, do que muito me orgulho. Beneficiam-se, contudo, dos meus talentos musicais, principalmente os meus amigos e vizinhos. Diga-se, entretanto, que dentre estes últimos não são todos os que apreciam ouvir aos fins de semana árias de ópera como Nessun dorma ou Vesti la giubba, in forte e piena voce (em voz forte e plena), especialmente em manhãs de domingos, quando a inspiração musical me convida a cantar (e também a, involuntariamente, despertar alguns vizinhos que apreciam dormir até um pouco mais tarde).

Particularmente, detenho a certidão de nascimento de Catherine Adnet, nascida em 1794 na cidade de Florenville na Bélgica, um dos membros mais antigos do tronco familiar belga do qual descendem os Adnet brasileiros. Este preciosíssimo documento (para toda a nossa família Adnet) foi levantado de um arquivo de registros de nascimentos na Bélgica, após um difícil e dedicado trabalho, às custas dos esforços de uma generosa amiga belga especialista, por profissão, em árvores genealógicas. Conseguimos, juntos, e com a necessidade de muito trabalho e de tempo, traçar um longo caminho histórico desde Catherine Adnet até o tronco familiar dos Adnet que hoje se encontram no Brasil, do qual descendo eu e os outros Adnet da minha família. Clique aqui se desejar visualizar a imagem digitalizada de um trecho da certidão de nascimento de Catherine Adnet, um documento que me foi, de modo muito gentil, entregue por minha amiga belga especialista em Genealogia. Clique aqui para ver a imagem deste documento histórico.

 

ADNET- História

 

Segundo registros históricos, a origem do nome Adnet data do século doze d.C. quando imigrantes normandos se estabeleceram no norte da França. Estes faziam parte de uma aristocracia que descendia, em grande parte, de Vikings da Escandinávia.
Ao introduzirem sua própria língua em território francês e inglês, o chamado Francês normando, os Normandos estavam mesclando seu idioma original ao idioma dos Anglos e dos Saxões. A língua Inglesa derivou de uma combinação entre o Anglo-Saxão e o Francês trazido pelos Normandos. Era o chamado Inglês medieval.

Ainda uma outra das mais antigas referências para a origem dos Adnet se encontra na história do Duque da Normandia, William da Normandia, o qual teve importante influência na Batalha de Hastings, em 1066, e que concretizou a conquista normanda sobre as dinastias dos reis anglo-saxões da Inglaterra.

Após esse período histórico, houve múltiplas migrações de membros dos troncos familiares originais dos Adnet, sendo que a maioria que hoje possui este sobrenome se encontra na França e na Bélgica. Principalmente na França. No Brasil, como já dito, este tronco familiar é originalmente único e do qual descendo eu próprio e os outros Adnet.

 

Dr Luiz Eduardo da Silva Jardim Adnet

Médico Psiquiatra e Nutrólogo